Sobrevivendo nas Redes Virtuais


Dez mandamentos para que não te queimes em redes sociais

1 - Terás cuidado com tua foto
Você se cadastra em uma rede social qualquer. Se ela tiver um mínimo de ambição, vai pedir uma foto sua. Por quê? Porque as fotos ajudam a humanizar os participantes de uma rede social - você tem uma ideia melhor de quem é seu interlocutor. Por mais psicológico e sutil que seja esse efeito, ele existe, e isso atribui importância à foto. Então pense antes de recortar porcamente aquela foto do Orkut de seu colega que lhe mostra sem camisa na praia com o dente sujo, e arranje uma foto minimamente decente.

2 - Não esquecerás de quem te segue
A possibilidade de estar em contato com grande variedade de pessoas sempre foi celebrada como uma das melhores características das redes sociais. Mas é muito fácil esquecer dessas pessoas quando você está louco pra postar aquelas fotos do churrasco de domingo em que ficou de cueca com os amigos. Não, não faça isso. Lembre-se que seu chefe mala, um primo dedo-duro, sua mãe superprotetora ou sua ex-namorada violenta e obsessiva podem estar seguindo seus passos. Portanto, se não quiser se queimar, evite postar qualquer coisa que elimine completamente um potencial parceiro romântico ou que possa lhe colocar na prisão.

3 - Pensarás antes, escreverás depois
As redes sociais querem que nós compartilhemos o máximo possível de informações; é mais tráfego para elas. Por isso fica cada vez mais fácil postar aquilo que você está fazendo, ou pensando. Em breve, até patinetes deverão ter alguma conexão com o Twitter ou com o Facebook. Mas você não deve ser levado por esse impulso irracional de colocar cada bit que pensar, isso pode lhe colocar em maus lençóis. Então pense bem quando for postar qualquer coisa relacionada a problemas no trabalho, aventuras sexuais ou seus órgãos genitais.

4 - Não atualizarás o Twitter quando faltares ao trabalho
Quantas vezes você já não viu isso? De manhãzinha, o ser liga para o trabalho e diz que está doente. Mas ao longo daquele dia, o Twitter dele vai narrando uma série de passeios agradáveis, um parque, um sorvete, um shopping, e, se a pessoa for mais incauta, surgem fotos no fim do dia. Se o seu chefe lhe segue nas redes sociais e você for demitido (com razão, seu cara-de-pau), a culpa é sua.

5 - Evitarás a carência virtual
Aquele seu amigo que sempre reclama de tudo, da vida, da falta de amor no mundo e da pouca oferta de comida vegetariana adora colocar isso no status do Facebook, do gtalk ou do MSN. Isso é chato. Não fique reclamando dos céus e da Terra nesses microespaços onde só cabem lugares-comuns, ninguém quer ouvir lamúrias. Se você quer solidariedade, saia na rua e peça um abraço.

6 - Não serás mala
Por falar em chato, tem outra coisa que é condenável: correntes de e-mail. Você recebe uma apresentação em PowerPoint dizendo que 1 zilhão de crianças do Gabão estão passando fome. Ou que o filho do José Sarney controla metade do Senado e tem 834 parentes em cargos públicos, e o Brasil é uma vergonha. Ou que o amor é lindo (argh!). Não repasse isso para os outros. Se você acha que ninguém sabe disso, ou se acha que alguma coisa vai mudar porque você apertou alguns botões e ficou com a bunda sentada na cadeira, bem, você precisa mudar seus conceitos.

7 - Não escreverás como se fosses um energúmeno
Não é só porque sua bigoduda professora de português da terceira série não está olhando que você precisa chacinar a Língua Portuguesa. Às vezes parece que se faz de propósito. A pessoa come várias letras para escrever mais rápido para depois ficar dez minutos procurando um smile que mais combine com seu estado de espírito. Não custa nada cultivar a boa gramática também no mundo virtual. Pelo menos você não emburrece.

8 - Não adicionarás pessoas com quem nunca mais vais falar
Sabe aquele antigo colega de escola, com quem você não falava muito, que você achou na comunidade que falava mal do seu colégio, do cheiro de mimeógrafo e da barba da professora de ciências? Se já naquela época vocês tinham pouco assunto em comum, não será hoje, depois de cada um ter seguido um caminho na vida, que vocês vão magicamente voltar a se falar. Não seja romântico ou ingênuo: nenhuma conversa de vocês vai durar mais do que trinta linhas. Se não quiser seus contatos cheios de gente com quem você não fala, faça um favor a si mesmo: não adicione pessoas com quem já sabe que não vai falar.

9 - Desapegar-te-ás
É a falta de desapego que lhe impede de apagar aquela “amiga” que você carrega nas redes sociais desde os tempos do ICQ. Desapegue-se, filho. Amigo em rede social é que nem roupa, se você não usa há mais de um ano, doe (ou seja, exclua). Isso vai deixar você menos estressado, porque haverá bem menos contatos pra gerenciar, e não vai ter aquele mala que sempre fica online e lhe impede de ver o status de seus amigos de verdade.

10 - Não serás mala
Só reiterando.

4 Responses
  1. Paulo Braccini Says:

    a mais importante de todas ... NÃO SERÁS MALA! só para reforçar ...

    bjux queridão

    ;-)

  2. Glaukitos Says:

    Excelentes mandamentos,srs

    Abraço amigo.

  3. S.A.M Says:

    Meu filho, eu SÓ ME CAGO nas redes sociais.

    Ainda bem que não me preocupo com etiqueta! haha

    Abração!

  4. Ro Fers Says:

    Embora eu nao tenha e não goste de redes sociais, achei bacana as dicas...
    Forte abraço!

abcs